Dicas de Lapidação






Página(s): [1]  2  3 


Examinando a gema

Serrando a gema bruta

Formando a gema

Colando no transferidor

Cabochão formado

Calibrando o cabochão

Formando a curvatura


Acima estão representado os desenhos (diagramas) de uma gema redonda, lapidação Brilhante, com 8 facetas principais na coroa + 16 facetas do rondiz + 8 facetas da mesa = 1 mesa + 8 facetas principais no pavilhão + 16 facetas do rondiz, totalizando 57 facetas.

As fotos da galeria abaixo mostram o processo de serrar e formar gemas, no formato cabochão, quando a gema é apenas polida em formato côncavo, sem facetas.

Legenda das imagens:

1 - Mesa
2 - Faceta principal
3 - Faceta estrela
4 - Faceta do rondiz da coroa
5 - Rondiz ou rondízio
6 - Culaça
7 - Faceta principal
8 - Facetas do rondiz do pavilhão


A lapidação de gemas é um processo que exige muita paciência e dedicação. É uma arte milenar que foi se aprimorando com a descoberta de novos tipos de designs e está no seu apogeu com a introdução de técnicas computadorizadas.

Com simulações de efeitos óticos virtuais, é possível gerar desenhos (diagramas) com angulação perfeita para garantir que a luz que incide na gema tenha o máximo de retorno possível ao espectador.

Isso só é possível conhecendo-se o Índice de Refração (IR) da gema lapidada e o posicionamento das facetas nos ângulos adequados. Somente assim a gema consegue ter o máximo de luminosidade e reflexão de luz com o mínimo de dispersão, resultando em uma peça de grande beleza, perfeição e valor comercial e gemológico.

Essa é a diferença entre a lapidação que utiliza tecnologia e ferramentas de ponta e a lapidação intuitiva artesanal, que não tem como mensurar essas medidas óticas.

A lapidação comprende os seguintes processos:

1 – Classificação da gema bruta em relação a sua forma, pureza e aproveitamento;

2 – Serragem (para retirada de impurezas ou para reduzir seu tamanho);

3 – Pré-formação manual em rebolo diamantado;

4 – Colagem em dop com lacre;

5 – Formação em calibrador com matrizes tradicionais;

6 – Facetamento e polimento do pavilhão observando-se o diagrama;

7 – Transferência da coroa para o pavilhão;

8 – Facetamento e polimento da mesa;

9 – Facetamento e polimento da coroa;

10 – Facetamento e polimento do rondiz;

11 – Descolagem;

12 - Limpeza.


O passo a passo da lapidação de gemas

Vamos mostrar a vocês o passo-a-passo da lapidação de uma gema redonda, lapidação fantasia (Corte Português ou Portuguese Cut), muito utilizada no Brasil, não só para redondas, mas para a maioria dos formatos (ovais, gotas etc.).

Vejam as fotos e o diagrama na Galeria de Fotos acima:

Foto 1 - Depois de formada, a gema é calibrada no Calibrador Lapidart ou na Cabcoheira-Calibradora Automática Lapidart (AutoCab). Calibra-se primeiro o rondiz, ajustando-se, com o micrômetro, a pedra sobre o disco de desbaste. Mede-se a pedra com um paquímetro, em décimos de milímetros. Por exemplo, se queremos que a pedra fique com 10mm, devemos calibrá-la com 10,1mm. Este 1 décimo será eliminado no facetamento e no polimento do rondiz. Após calibrarmos o rondiz, começamos a formar o pavilhão (parte inferior da gema) no grau desejado. Normalmente, utilizamos 45 graus.

Foto 2 – Facetamos o rondiz e, em seguida, o pavilhão. No caso desta lapidação fantasia, serão 161 facetas, sendo 16 no rondiz + 5 carreiras de 16 facetas cada (80) + 4 carreiras de 16 facetas na coroa +(64) + 1 faceta-mesa.

Foto 3 – Repetimos o processo do facetamento, mas, utilizando o disco de polir (de estanho com spray diamantado ou o resinóide, que utiliza somente água).

Foto 4 – A gema já foi virada (transferida) do pavilhão para a coroa. Para isso, utilizamos o Transferidor de Dops. Agora, abrimos o friso da coroa.

Foto 5 – Facetamos o friso da coroa, com 4 carreiras com 16 facetas cada.

Foto 6 – Polimos as facetas da coroa, incluindo a mesa e o rondiz.

Foto 7 – Sequência de gemas com o passo a passo: pavilhão formado, facetado e polido; coroa com o friso aberto, facetada e polida.



Lapidart Fornitura e Showroom:Rua João Gualberto Filho, 1402, Bairro Sagrada Família, Belo Horizonte, MG, CEP 31035-570.